Zé Bezerra

← Back to the Portfolio

Não se pode falar de Zé Bezerra sem antes situá-lo em seu habitat, o Vale do Catimbau no grande sertão de Pernambuco, um dos mais importantes sítios arqueológicos brasileiros e um verdadeiro santuário ecológico. Entre fósseis de animais pré-históricos e inscrições rupestres de mais de 5.000 anos, com registros da vida e dos costumes dos primeiros habitantes da região, Zé Bezerra vive no município de Buíque. O livro Pernambuco Feito à Mão traz um sensível retrato de sua arte: “Figuras totêmicas, enigmáticas, emergem de um imaginário coletivo, ancestral. A cor bruta da matéria-prima confere expressividade à escultura: a concisão de volume corresponde à força de uma esfinge e o contorno exibe linhas quase retas sem abdicar de plena definição espacial A volumetria, aparentando certa uniformidade, certa economia de elementos visuais, não esconde nem dispensa detalhes decisivos ao olho e ao deleite dos sentidos.” O fotógrafo e jornalista Eduardo Issa também nos faz uma descrição emocionada do artista: “Voltando dos Breus a caminho do povoado do Catimbau, uma figura pitoresca e carismática fez do quintal da sua casa um espaço artístico para expor suas obras. Zé Bezerra, 54 anos, “cabra da roça” e pequeno agricultor com rosto vincado pelo tempo, a partir de 2002 virou artesão e passou a transformar árvores caídas, pedaços de troncos e raízes em pura arte. Suas obras retratam as mais diversas figuras, desde cabeças de gente, carros de boi, animais, enfim tudo que faz parte do universo sertanejo. Para Zé Bezerra, a forma e o destino de suas obras são decididos na hora, quando põe nas mãos aquele pedaço de madeira, vem na sua mente o que deve ser feito. O resultado é fabuloso, as peças parecem querer dizer alguma coisa aos visitantes”.

Tamanho: 118 x 50 x 66 cm.

Preço: R$ 5.200,00.

  • Filed under: Madeira